Home Seções Marketing / Comunicação / Vendas Você já se deu conta que 2024 está logo aí? Algumas projeções e considerações.
Marketing / Comunicação / Vendas - 7 de outubro de 2023

Você já se deu conta que 2024 está logo aí? Algumas projeções e considerações.

O comércio global vem se recuperando da pandemia, anotando crescimento acumulado de 9,4%. Para 2024, a Organização Mundial do Comércio (OMC) projeta um crescimento de 3,2%, bem abaixo dos 4,7% previstos para 2023.

O crescimento do comércio em 2024 será impulsionado por esse reflexo da recuperação contínua da economia global, bem como por fatores como a digitalização e a expansão da classe média em mercados emergentes. No entanto, o comércio também enfrentará alguns desafios, como a inflação, a incerteza geopolítica e as interrupções nas cadeias de suprimentos.

A indústria do comércio vem prosperando ao longo dos anos e espera-se que continue sua tendência ascendente. Muitos fatores contribuem para o crescimento do comércio, incluindo avanços tecnológicos, melhor gerenciamento da cadeia de suprimentos e aumento do poder de compra do consumidor.

Um dos motivos mais significativos para o crescimento do comércio é o aumento do uso da tecnologia.
A tecnologia tornou mais fácil para as empresas alcançarem mais clientes e, com o crescimento do comércio eletrônico, as empresas agora podem vender seus produtos globalmente. O uso de plataformas de mídia social como Instagram,
Facebook e Twitter (X) tornou o mkt mais acessível e econômico.

O gerenciamento aprimorado da cadeia de suprimentos também contribuiu para o crescimento do comércio. O uso de análise de big data tornou mais fácil prever as demandas dos consumidores e gerenciar os níveis de estoque de maneira eficaz.
As empresas de logística agora podem oferecer serviços de entrega mais rápidos e eficientes, facilitando às empresas atender às expectativas dos clientes.
No entanto, apesar do otimismo, a indústria da transformação brasileira e os investimentos em máquinas e equipamentos têm enfrentado dificuldades para retomar o crescimento. A estagnação nesses setores pode impactar negativamente o crescimento da economia no longo prazo.

Levando-se em consideração diversos fatores, conforme a economia continue crescendo, o poder de compra do consumidor também aumentará e isso terá um impacto positivo na indústria do comércio. Os consumidores terão mais renda disponível, o que levará a um aumento na demanda por produtos e serviços.
As empresas precisarão acompanhar as necessidades e expectativas em constante mudança dos consumidores para permanecerem competitivas no mercado.

As projeções do comércio para 2024 indicam um cenário promissor e desafiador para as empresas. Como já citado, com a retomada gradual da economia global após os impactos da pandemia, espera-se um aumento significativo nas transações comerciais em diferentes setores.

Além disso, as exportações brasileiras têm se beneficiado da demanda por petróleo e produtos agrícolas. O país tem ganhado novos mercados e as exportações estão crescendo a uma taxa maior que a do comércio internacional.

Globalmente, as projeções econômicas também são favoráveis. O comércio exterior tem alcançado recordes anuais e o mercado
latino-americano está cada vez mais aderindo aos produtos “Fabricado na China”, que à exemplo do que foi feito no Japão na década de 1980 e 1990, vem buscando investir em qualidade e não somente em quantidade. A gigante chinesa MTC está importando ervas medicinais da Rússia e da Indonésia, e importantes encontros e reuniões entre líderes estão ocorrendo.

Como já mencionei em alguns outros artigos, uma das principais tendências apontadas pelas projeções é o crescimento do comércio eletrônico. A digitalização continuará a impulsionar o comércio, com o avanço da tecnologia, aumento da confiança dos consumidores em fazer compras online, e à medida que as empresas usam tecnologias como comércio eletrônico e blockchain para
expandir seus negócios, espera-se que as vendas pela internet atinjam números recordes em 2024. E isso implica em um desafio para as
empresas tradicionais, que precisarão se adaptar a essa nova realidade e investir em estratégias digitais para alcançar seus clientes. Nada de “sobrinho.net” hein? Lógico que é melhor que nada, mas o ideal é buscar profissionais com experiência e que possam agregar ao seu ramo.

Além disso, as projeções indicam um aumento no comércio internacional devido à redução de barreiras comerciais e a busca por novos mercados, as empresas estão cada vez mais focadas em expandir suas operações além das fronteiras. Isso significa que as oportunidades de negócios internacionais devem se intensificar em 2024, criando um ambiente competitivo e dinâmico.
Outra tendência que merece
destaque é a preocupação crescente com a sustentabilidade. Os consumidores estão cada vez mais conscientes do impacto ambiental das suas escolhas de consumo e buscam empresas que adotem práticas sustentáveis.
Portanto, as empresas que conseguirem se posicionar como ecologicamente responsáveis terão uma vantagem competitiva no mercado. Vemos aí uma grande oportunidade para os comerciantes de filtros, de sistema de coleta, tratamento e recuperação de águas.

No entanto, é importante ressaltar que projeções são apenas estimativas e estão sujeitas a diversos fatores que podem influenciar o cenário de comércio em 2024.
Elencamos aqui alguns fatores que podem desafiar o crescimento do comércio em 2024:

Mudanças na política econômica, avanços tecnológicos e eventos imprevisíveis podem afetar drasticamente tais projeções.

A inflação está alta em muitas economias, o que pode reduzir o poder de compra dos consumidores e reduzir a demanda por bens e serviços importados.

A incerteza geopolítica, como a guerra na Ucrânia, pode afetar o comércio, à medida que as empresas evitam fazer negócios em países com riscos elevados.

As interrupções nas cadeias de suprimentos causadas pela pandemia de COVID-19 ainda são um desafio para o comércio.

Portanto, é fundamental que as
empresas estejam preparadas para se adaptar a qualquer eventualidade e manterem-se flexíveis e atentas diante das mudanças.

Em resumo, as projeções do comércio para 2024 indicam um cenário de crescimento e desafios.

Prevê-se que a indústria global do comércio continue crescendo e alcance um valor de US$ 29 trilhões até 2024. Com o aumento do uso da tecnologia e um melhor gerenciamento da cadeia de suprimentos, espera-se que a indústria cresça ainda mais nos próximos anos. As empresas que conseguirem se adaptar às novas tendências, como o comércio eletrônico e a sustentabilidade, e estiverem preparadas para a expansão internacional, terão mais chances de se destacar e prosperar nesse ambiente cada dia mais competitivo.

Ou seja, recordemos uma máxima do comércio que remonta aos tempos da antiguidade:

À medida que as empresas continuarem adaptando-se às necessidades de constante mudança dos consumidores, permanecerão competitivas no mercado.

E pra encerrar, vocês certamente já ouviram a frase: “Enquanto uns choram, outros vendem lenços” ou então a história dos vendedores de chinelos que foram enviados para um país longínquo em que a população andava descalça.
Enquanto um avisou ao comando da empresa que seria inviável a montagem de uma fábrica lá, “porque ninguém usava chinelos” o outro, visionário, mandou um aviso para que fossem investidos valores em produção, pois via ali um grande mercado consumidor. Tais exemplos servem para todos nós, em todos os segmentos.

Seja muito bem vindo 2.024.

 

Tarso Gouveia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Tratador de Piscina Moisés Cuiabá MT

1- O que levou a entrar na profissão de tratador de piscina? Conte um pouco de sua históri…