Home Seções Piscinas Informações Importantes sobre piscinas – Forlenza Dr Piscina
Piscinas - 2 de fevereiro de 2022

Informações Importantes sobre piscinas – Forlenza Dr Piscina

Tratamento de Piscinas - Forlenza Dr. Piscina hth What 11 99967-9490 fforlenza@solenis.com

Vital e principal aliada no combate ao calor, a água hidrata, ajuda a refrescar e, ao mesmo tempo, transforma a piscina em estrela nas épocas de altas temperaturas.
Fato é que, independente do tamanho ou do material, se particular ou pública, ela reina absoluta em todos os lugares. Por outro lado, as pessoas esquecem o mais importante: tratar de forma adequada a água, ou se informar sobre o tratamento nas piscinas que frequenta.
Hoje está fácil comprar uma piscina. Por isso é preciso ficar atento ao tratamento da água. Primeiro por causa da dengue, mas também para evitar a proliferação de fungos e, consequentemente doenças da pele, entre outras.

Muitos têm piscinas em casa, ou imóveis de veraneio (praias e sítios), mas somente se lembram quando faz calor. Elas ficam praticamente abandonadas.
O tratamento químico é essencial. Existe o risco da proliferação do aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, até doenças na pele e outras tantas provocadas pela ingestão de água contaminada (otite, hepatite, colite, febre e vômitos).
É preciso ter um cuidado muito grande por isso.
As despesas para a recuperação da água é bem maior do que para manter.
Não se pode deixar a água ficar verde.

TRATAMENTO
Três Passos básicos
O tratamento de água da piscina residencial, durante o verão ou períodos de altas temperaturas, deve ser feito duas a três vezes por semana, mesmo quando não está em uso. Já no caso de piscinas públicas (academia, clube, condomínio, hotel, por exemplo), esse tratamento deve ser diário.

Outra coisa, esse cuidado é importante independente do tamanho, se de plástico ou até uma piscina com média de 40 a 50 metros cúbicos.
A despesa com produtos químicos gira em torno de R$ 150,00 / mês, pois são utilizadas poucas dosagens dos produtos. O tratamento químico mais simples costuma ser determinado
por três passos básicos representados pelas seguintes letras:
A (avaliar), P (purificar) e P (proteger).
1º. – Avaliar: Usa-se a fita teste para saber os parâmetros (mergulha na água) para conhecer sua alcalinidade e pH.
A alcalinidade deve estar entre 80 a 120 PPM, e o pH entre 7,0 a 7,4;
2º. – Purificar: Cloro, colocar a medida certa, que é 4 gramas para cada mil litros, exemplo, se a piscina tiver 50m³ , adiciona 200 gramas – 4 x 50 = 200);
3º. – Proteger: Algicida de Manutenção (eliminador de algas) deve ser colocado uma vez por semana. Trata-se de um produto líquido que não deixa a água esverdear.

Escova e escovão:
Outro aspecto importante diz respeito à parte física da piscina.
As sujeiras que caem no dia a dia na água, como fuligem, poluição e até mesmo o suor deixam a água feia. Toda essa sujeira vai para o fundo quando entra o clarificante, que faz parte do P de proteger. Por cima a água fica cristalina. No dia seguinte é preciso aspirar toda essa sujeira que foi para o chão da piscina. Isso é feito com um aspirador.
A etapa prossegue com a eliminação da oleosidade. Embora essencial para evitar câncer de pele, os protetores solares não são bons para água.
Além de água feia ficam impregnados na borda da piscina.
Também existe a própria oleosidade da pele que fica na água.
Já a limpeza da borda deve ser feita com produto químico específico (limpa borda) e até esponja de lavar louças. As paredes devem ser esfregadas, e mesmo embaixo da água onde forma um limo, com um escovão específico.
A peneira deve ser passada todos os dias. É um tipo de coador, que pode tirar desde folhas, cabelos, insetos, etc.

Regras de segurança
Existe o alto índice acidentes em piscina, inclusive com mortes, principalmente de crianças. Falta informação sobre segurança em lojas, e mesmo uma falha de quem compra.
É preciso buscar orientações.
A regra numero 1, seja em piscina residencial ou pública, é desligar o filtro quando tiver criança ou adolescente na água.
Qual perigo de entrar na água com o filtro ligado? A força da sucção é tão grande que a pessoa pode prender o cabelo. O ralo de fundo, que exerce pressão capaz de segurar um adulto no ralo. Por isso é preciso desligar o motor.
Obs: Instale um grelha especial no ralo de fundo para evitar este acidente.
Outras orientações:
Evitar brincadeiras muito bruscas e nunca deixar criança sozinha.
No inverno as pessoas costumam largar a piscina. Nesse caso é importante colocar uma capa (plástica) para evitar que alguma criança ou mesmo animal caia na água.
Tudo isso requer cuidado e muita atenção.

Espero ter contribuído com estas informações.
Obrigado!

Forlenza
Dr. Piscina hth
What 11 99967-9490
fforlenza@solenis.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Tratador de Piscina Moisés Cuiabá MT

1- O que levou a entrar na profissão de tratador de piscina? Conte um pouco de sua históri…