Home Seções Entrevistas Loja Valentim Piscinas – Promissão SP
Entrevistas - 6 de abril de 2023

Loja Valentim Piscinas – Promissão SP

What: 14 98800-6846 @valentim piscinas Promissão - SP

1- Conte um pouco de sua história. O que levou a entrar na profissão de tratador de piscina e consequentemente a ter uma loja de piscina.
Resp: Meu Nome é Douglas Valentim, 38 anos, nascido e criado em São Paulo e hoje morando e atual em Promissão, interior de SP e há 6 anos no ramo de Piscinas. O ano era 2017,eu trabalhava como auxiliar de logística em um depósito de materiais para construção, ao qual o dono também possuía uma loja de piscinas agregada ao deposito.
Em um desses dias um colaborador da loja de piscinas faltou, obrigando o chefe recrutar um colaborador do depósito para suprir e auxiliar na tal loja de piscinas, e adivinha quem foi o sortudo?! Eu. Confesso que senti um grande receio por atuar em um ramo que eu desconhecia totalmente, mesmo que por um dia, eu não queria arriscar em sair da minha zona de conforto.No final do expediente fiquei encantado com a profissão, instalei vinil, leds e vi que aquela atividade era um campo bom de se atuar e muito divertido, diferente do meu cargo de auxiliar onde todos os dias pareciam iguais. Torci para ter outra chance na loja de piscinas e assim aconteceu, até eu ficar sabendo que seria efetivado como auxiliar técnico em instalação e manutenção de piscinas.Como nem tudo são flores ,houve uma crise e infelizmente assim como outras empresas a loja de piscinas precisou fechar as portas logo em um momento que fiquei sabendo que iria ser papai pela segunda vez.
O desespero bateu mas a força de continuar foi maior, desempregado e neste meio período fiquei sabendo sobre uma feira que iria acontecer em São Paulo, a Expolazer. Lá conheci meu grande amigo e Mestre Fábio Forlenza, onde me encorajou e me mostrou as oportunidades que eu poderia ter neste ramo, inclusive o de Tratador de piscinas.
Até então ou só fazia instalações e manutenções, e este ramo de tratador me permitiu voltar ao meio sem muito investimentos no começo graças a Expolazer e ao mestre Forlenza, voltei da feira com outra mentalidade.
Comprei uma peneira, uma escova, um kit teste e sai pelas ruas entregando os meus cartões de visita atrás de clientes, apenas com um pouco de conhecimento teórico.
Por Deus e pelo destino um rapaz me viu andar com as ferramentas e perguntou ” Você limpa piscinas?
“Sem pensar duas vezes eu respondi ” Mas é claro”, sem ao menos ter limpado uma piscina sequer, nascia
ali o meu primeiro cliente ou posso dizer a primeira cobaia (risos), onde sou muito grato pela oportunidade e paciência comigo, dali para frente a clientela foi só crescendo e fui sendo conhecido por limpar piscinas difíceis e ser um tratador com conhecimentos técnicos em manutenções e instalações, e meu desejo de pegar piscinas grandes foi se concretizando, hoje sou técnico responsável por uma das maiores piscinas aqui em um clube da cidade e responsável por cuidar da piscina do jogador campeão da libertadores, o nosso querido Zé Love. Com a ajuda de minha esposa, filhos e grandes amigos estou inaugurando a minha tão sonhada loja em Promissão.

2- Costuma participar de algum curso, live etc
Resp: Grande parte do que eu sei foi trabalhando na loja de piscinas, mas sempre faço e procuro sempre me  capacitar e ficar atento ao que está rolando no mundo das piscinas.

3- Piscina de vinil, fibra ou alvenaria, existe diferença no tratamento? nos explique?
Resp: Com certeza!!! Cada qual tem o seu cuidado em especial.
Por exemplo: a piscina de fibra e vinil são mais fáceis de limpar, porém são bem mais sensíveis a manchas, a aplicação de produtos devem ser bem diluídas e em dosagens certas.
Nas piscinas de alvenaria, acredito que para a maioria dos piscineiros o grande vilão seja o rejunte, é preciso uma atenção com a escovação para não acumular sujeiras. Sobre construções, minha especialidade é o vinil.
As piscinas de vinil são mais econômicas na hora de construir, o vinil funciona como revestimento e também como impermeabilizante ao mesmo tempo. E sua execução é mais rápida do que a de alvenaria, embora não seja tão rápida quanto a de fibra.

4- Quais as marcas de produtos que mais costuma utilizar? E quando surge um produto novo, costuma experimentar?
Resp: Em relação a produtos eu sou bem criterioso Como comecei com os produtos da HTH permaneço até hoje, estou super satisfeito, mas claro que estou aberto a outras marcas pois temos excelentes produtos no mercado hoje em dia.

5- Conte algum caso interessante que já encontrou?
Resp: Pra quem é nascido e criado em São Paulo, morar no interior é um grande desafio, tenho vários clientes em regiões de mata e encontrar cobras e escorpiões em casas de máquinas já virou rotina.
Mas um caso curioso que aconteceu comigo foi no início de carreira quando tinha acabado de entregar uma obra de uma piscina ao cliente e o vidro do andar de cima estourou pelo calor caindo inteiro na piscina, desolados e preocupados os clientes temiam que algo estivesse acontecido com o vinil, eu como cuido de praticamente 80% das piscinas que eu construo me propus a executar essa missão, limpar os cacos da piscina.
Me senti um mergulhador atrás de diamantes, no final deu tudo certo, vinil intacto e clientes felizes e satisfeitos.

6- Em sua região a concorrência é muito grande? Como faz o marketing da loja?
Resp: Por mais que outras lojas do mesmo segmento sejam nossas concorrentes eu não costumo chamá-los assim. Prefiro chamá-los de parceiros e é assim que eu faço.
Em minha cidade com mais de 40.000 habitantes existe apenas a minha loja e torço para que a loja que eu comecei reabra, há lugar ao sol para todos. Busco seguir com ética e transparência aos meus clientes e apresentando sempre um trabalho de qualidade, e assim vamos crescendo com o testemunho do nosso trabalho e indicação das pessoas.
Agora com a inauguração da loja Valentim Piscinas estamos investindo nas redes sociais e sempre buscando aplicar o Neuromarketing que sem dúvidas é um grande aliado.

7- De seu recado, suas observações finais.
Resp:Quero assim aproveitar para agradecer a Revista Portal das Piscinas pela oportunidade de contar a minha históriaAgradecer ao Cléber e ao Emerson Nenê pelo início, ao mestre Forlenza pelos conselhos e direcionamento, a minha família que é minha base, Renata, Jullia e Isaac ao meu pai Odésio, minha mãe Nilda (in memória) meus irmãos e cunhados que me fizeram chegar até aqui.
E reforçar para você que tem um sonho, que jamais desistam e nunca deixe de acreditar, tudo o que um sonho precisa para ser realizado é
alguém que acredite que ele possa ser realizado neste caso você o restante Deus fará. Comecei com uma escova e uma peneira, mas sabia onde queria chegar, e ainda estou no caminho, mas jamais deixei de fazer ou dar o meu melhor.
Como diz o Mário Sérgio Cortella,” Faça o teu melhor, na condição que você tem, enquanto você não tem condições melhores para fazer
melhor ainda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Tratador de Piscina Moisés Cuiabá MT

1- O que levou a entrar na profissão de tratador de piscina? Conte um pouco de sua históri…